Mal caráter

Aberta em 11 Jan 2018

Compras Paraguay Store


Ciudad del Este

Ultima Atualização

2 anos, 9 meses

- Alexsaragoca

- Aberta


Fui a uma loja no Vendôme procurar um produto que pelo site aparecia disponível lá, mas não tinham. Na saída fui abordado por um rapaz que me disse que poderia me ajudar achar o produto. Me levou no andar debaixo, nessa loja Compras Paraguay Store. Um vendedor chamado Bruno me disse que voltasse depois das 12 porque ele teria stock do celular que eu estava buscando. Como o rapaz que me levou lá parecia muito humilde, e disse para ajudá-lo comprando lá porque assim ele teria alguma comissão, então voltei depois das 12, pensando em ajudar o rapaz... Ao voltar, o vendedor Bruno me disse que tinha o produto a 380 usd, sendo que em outras lojas estava entre 260 a 280. Comentei isso com ele, então ele disse que faria a 270usd. Falei ok, ele pediu meu documento pra fazer a fatura e pagar. Até então não tinha visto o aparelho. Paguei no caixa, ao voltar já senti algo estranho porque ele devolveu meu documento jogando na mesa... Caiu no chão e tive que ficar procurando. Depois ele falou que iam "montar" o aparelho. "Como assim montar?" Ele disse que me falou que era um aparelho de assistência técnica, recondicionado. Eu disse a ele que ele não tinha me avisado nada. Além disso, em outras lojas era novo e lacrado. Ele começou a falar com o outro vendedor, meio para me coagir e gerar medo. Falou que eu tava comprando lixo, que tava levando a encomenda pra um amigo que ia me quebrar os dentes por estar comprando porcaria. Chamei o rapaz que me levou lá, e o vendedor não deixava ele falar, começou a xingar ele. Eu falei que não queria comprar mais nada, ele começou a me xingar muito e que iam me pegar na esquina, porque eu era comprador mendigo. Começaram a gritar e me xingar. Falei que não queria mais a compra. Me xingaram a falavam que eu era um lixo, pra ir pegar meu dinheiro de volta no caixa. Me devolveram o dinheiro e sai. Óbvio me deram parte de dólares falsos na devolução. São vigaristas. Não entrem nessa loja.

Detalhe: vendedores eram todos brasileiros. Só a menina do caixa era paraguaya. Me da vergonha, brasileiros que vão a outro país pra estafar brasileiros. E nós saímos com o trauma achando que tudo no Paraguay é assim. Brasileiro é assim em qualquer lugar.

Voce precisa estar logado para comentar.